Cúrcuma: A raiz mais estudada no mundo

A Cúrcuma longa L. (cúrcuma ou ação da terra), é conhecida mundialmente como uma raiz medicinal, especialmente na Índia e China. É hoje umas das plantas mais estudadas da história, com mais de 13 mil estudos científicos associados aos benefícios do consumo dessa raiz.

Nutrientes

Apresenta várias vitaminas e minerais, sendo destaque o potássio, que auxilia para controle da pressão arterial e prevenção de derrames. Fonte de vitamina C, aliada em relação à imunidade, e também em vitamina B6 importante para a funcionalidade do cérebro. Além disso, também apresenta ferro, para prevenção de anemias, manganês fundamental ao metabolismo do colesterol e ao crescimento, e o cálcio, importante para os ossos e dentes. Ainda possui magnésio, essencial ao metabolismo da glicose.

Benefícios

Com relação à importância medicinal, a cúrcuma é amplamente utilizada na medicina popular para o tratamento ou prevenção de muitas doenças. As principais ações farmacológicas são devidas à presença da curcumina, a qual apresenta características anti-inflamatórias, antioxidantes, antitumorais, antibacterianas e antifúngicas.

A ação anti-inflamatória da curcumina, age de forma eficaz em músculos, nervos e ossos, proporcionando o alívio da dor e melhorando os movimentos articulares.

Além disso, apresenta propriedades medicinais relevantes e abrangentes, agindo em atividades biológicas e farmacológicas capazes de atuarem com eficácia em ações terapêuticas como: feridas cutâneas, flatulências, dispepsia, gastrite, desordens hepáticas, icterícia, tosse e doenças de pele, como dermatite, sarna, infecções de pele e parasitas de pele.

Pode ainda ser usado em problemas e sintomatologias envolvendo o fígado, depressão, resfriado, gripe, alergia e edema na pele. Também em problemas envolvendo estômago, esôfago, intestino e órgãos auxiliares como vesícula, pâncreas e fígado, recebem benefícios dessa planta medicinal, por formar uma camada protetora e eliminar resíduos tóxicos.

Sugestão de Consumo

A cúrcuma pode ser consumida em pó, capsula ou a sua própria raiz natura. No caso de consumir a raiz , o indicado é no máximo duas rodelas ao dia. Se for em pó, a orientação é uma colher de chá ou cerca de 5g. Estudam mostram que ao adicionar uma colher de chá de pimenta do reino mais uma colher de azeite de oliva potencializa em até 1000x a absorção da cúrcuma no organismo. Não é nada saboroso mais com o consumo diário você se acostuma.

Por fim, a cúrcuma é um poderoso aliado em diversas doenças e com inúmeros estudos científicos comprovando sua eficácia!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp